sábado, outubro 29, 2005

Os chorões de Mar del Plata


Trinta e quatro presidentes americanos reunir-se-ão dias 4 e 5 de novembro no balneário argentino de Mar del Plata – é a quarta edição da Cimeira das Américas. Desta vez o pomposo lema do mediático encontro é “criar trabalho para combater a pobreza e fortalecer a governabilidade democrática”. De facto, muitos dos participantes são grandes especialistas do combate à pobreza: tornaram-se bilionários da noite para o dia. Cumpre igualmente referir que, embora hoje em dia não se organize nenhum regabofe internacional sem referências explícitas à sacrossanta democracia, certamente nada será dito sobre os democratérrimos perfis dos governantes alinhados no Foro de São Paulo – organização coordenadora do movimento comunista nas Américas, fundada pelo imaculado presidente brasileiro, o Sr. Silva, e pelo leader máximo cubano, o modelar Fidel Castro. Este primor de iniciativa – expoente da liberdade, da democracia, dos direitos humanos e de tudo o que é lindo no ideário da revolução francesa – inclui membros de luxo como a guerrilha rural brasileira Movimento dos Sem-Terra (MST), amplamente apoiada pelos governos anterior (Cardoso) e actual (Silva); a narco-guerrilha marxista colombiana Fuerzas Armadas Revolucionarias de Colombia (FARC); o Movimiento de Izquierda Revolucionaria (MIR), grande especialista chileno em sequestros e assasínios; o Sendero Luminoso, versão peruana do terrorismo maoísta; os guerrilheiros Tupamaros, hoje governo uruguaio; etc. Mas voltemos à cimeira marplatense. A movimentação de dispositivos militares para a segurança dos figurões, especialmente George Bush, é a maior desde a guerra das Malvinas, em 1982. Dizem que o venezuelano Chávez, com os seus infinitos petrodólares para expandir continentalmente o socialismo bolivariano, e o honesto e erudito brasileiro Sr. Silva, convencido de liderar a “mais grande” potência mundial, não querem ficar atrás e virão equipadíssimos, tal qual nababos crioulos. Bush, como é regra geral, será o convidado de honra: bombas em alvos associados com os EUA e manifs de criaturas patibulares já vêm sendo ensaiadas há algum tempo. Suspeitam alguns diplomatas aqui acreditados que o caudilho caraquenho vem preparado para infernizar a estadia do presidente estadounidense, o que, de verificar-se, será motivo para gargalhadas a bandeiras desbragadas. Enfim... discursos e mais discursos, recriminações aos EUA, resoluções grandiloquentes, fotos de família, jantaradas regadas a champagne e toneladas de publicidade demagógica pessoal. Com raríssimas e honrosas excepções será mais do mesmo dê-me-mais-dinheiro-seu-porco-imperialista, tão ao agrado do terceiro-mundismo iberoamericano que regressou em força com o eixo Havana-Caracas-Brasilia-Buenos Aires-Montevideo. A festa mal começou.

4 Comments:

At 6:57 da tarde, Blogger alex said...

Pobre Democracia, que anda em tanta boca.
Quando todo o bicho-careto começa a falar em Democracia e a auto-entitular-se democrata....é caso para desconfiar.

OS antenienses anstigos, esses, se nos pudessem visitar e constatassem o calibre de alguns 'Democratas' rebolavam a rir.
isto se conseguissem hoje em dia reconhecer a sua Democracia projectada nesta de agora, o que talvez seja duvidoso.

O sr.Frias, o sr.Silva, o Sendera, os Tupamaros, o Fidel e outras 'assombrações' de igual quilate nem merecem quaisquer comentários.

"... bombas em alvos associados com os EUA e manifs de criaturas patibulares..."

Essas criaturas já nos habituarem a essas ignomínias e estultices.
Curiosamente (ou talvez não), nunca os vi a promover manifs contra Cuba ou contra a malograda URSS.


" caudilho caraquenho vem preparado para infernizar a estadia do presidente estadounidense"

Coitado...já a formiga tem catarro.
Qualquer dia os de Washington tratam-lhe da saúde ao Frias e mais ao socialismo....

"... recriminações aos EUA..."

Comme il faut.
É já uma tradição nessa gentalha.

"... dê-me-mais-dinheiro-seu-porco-imperialista..."

OS EUA não deveriam dar NEM MAIS UM TOSTÃO a toda a 'macacada' a sul do Rio Grande.

Gostava de os ver a ficar com os 'cojones' bem pequeninos e com a crista baixa.
É muito bonito ladrar e balir contra o Grande-Satã.....mas de barriga cheia pelos dólares do 'Demónio de Washington'

Don Augusto Pinochet - PRESENTE!

(afinal de contas e apesar de tudo...Santiago do Chile ainda vai resistindo)

 
At 9:07 da manhã, Blogger Paulo Cunha Porto said...

Espero que o Fidel esteja em forma e os faça amargar todos com um discurso de oito horas. E que os outros, após muito sofrimento, acabem por adormecer, que é maneira de o orador penar também um
poucochinho.
Abraço.

 
At 11:57 da manhã, Blogger Rafael Castela Santos said...

Y el caso es que en estos días en Sao Paulo y Buenos Aires me doy cuenta de que se podría hacer una política verdaderamente independiente. El eje del mundo hispano es el eje Brasilia-Buenos Aires. Esto es perceptible a poco que se viaje y uno se de cuenta de lo que se mueve en esta parte del mundo y lo mucho más que todavía se puede mover.
Claro que para eso se precisaría una idea clara de que somos católicos y de la doctrina social de la Iglesia. Esto, por sí solo, serviría para conjurar estos peligros ideológicos y/o de liberalismo económico.
Entretanto, y por culpa nuestra, a seguir royendo mierda.
Rafael Castela Santos

 
At 6:18 da manhã, Blogger acja said...

Perfeito, concordo, especialmente com as frases finais.Só esqueçeu de citar o MST como guerrilha comunista.Ha não , mas eles são um grupo social....Muito bom texto.

 

Enviar um comentário

<< Home